Segunda colocação e mais um pódio para Régis Boessio

Régis BoessioTroféu que caiu muito bem para Regis Boessio em Rivera (Uruguai) na Copa Truck Mercosul, que trabalhou no fio da navalha para resolver um problema que perdurou em seu Volvo no fim de semana. “É muito bom voltar ao pódio. A equipe trabalhou até as 4 da manhã e 80% desse troféu é mérito deles”, completa.

Régis Boessio

Felipe Giaffone fez a festa diante de 28 mil pessoas que abarrotaram as dependências do Autódromo Eduardo P. Cabrera, em Rivera (Uruguai) ao conquistar a Copa Mercosul após duas corridas eletrizantes que foram vencidas por Roberval Andrade e Renato Martins, nesta ordem. Com o título, Giaffone assumiu a liderança do ranking da Grande Final, com dois pontos de vantagem para Cirino.

Régis Boessio

A festa no autódromo contou também com corridas do Mercedes-Benz Challenge, apresentações de dragsters americanos que levantaram o público, Desafio dos Brutos entre Roberval e Djalma Fogaça (com Roberval levando a melhor) e o Desfile dos Pilotos, que fizeram questão de saudarem todos os grupos de fãs que lotaram o paddock, os camarotes, a Arena Nação Truck (onde muitos acamparam durante o fim de semana) e as arquibancadas – chegando a formar uma fila de quase 2km no acesso ao autódromo.

Régis Boessio

A próxima etapa da temporada 2018 acontece dia 28 de outubro em Curvelo (MG), que decide a Copa Sudeste e define os últimos três nomes para a Grande Final, marcada para 2 de dezembro em Curitiba.

Corrida 1
1. Roberval Andrade (Scania), 15 voltas em 25min05s216
2. Felipe Giaffone (Volkswagen), a 11s202
3. André Marques (Mercedes-Benz), a 22s251
4. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), as 23s665
5. Regis Boessio (Volvo), a 29s649
6. Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 47s613
7. Djalma Fogaça (MAN), a 48s530
8. Renato Martins (Volkswagen), a 49s248
9. Fabio Fogaça (Ford), a 50s415
10. Witold Ramasauskas (MAN), a 51s588
11. Adalberto Jardim (Ford), a 54s350
12. Duda Bana (Volvo), a 54s903
13. Luiz Lopes (Volvo), a 1min04s453
14. Giuliano Losacco (Iveco), a 3 voltas
15. Debora Rodrigues (Volkswagen), a 3 voltas

Não completaram:
Rodrigo Belinati (Volkswagen) a 6 voltas
Beto Monteiro (Iveco), a 8 voltas
Leandro Totti (Mercedes-Benz), não largou

Melhor volta: Roberval Andrade (Scania), 1min34s751

Corrida 2
1. Renato Martins (Volkswagen), 15 voltas em 25min21s983
2. Regis Boessio (Volvo), a 2s840
3. Roberval Andrade (Scania), a 3s009
4. Felipe Giaffone (Volkswagen), a 7s998
5. Djalma Fogaça (MAN), a 9s707
6. Wellington Cirino (Mercedes-Benz), a 10s194
7. Pedro Paulo Fernandes (Mercedes-Benz), a 16s942
8. Adalberto Jardim (Ford), a 33s525
9. Luiz Lopes (Iveco), a 35s890

Não completaram:
André Marques (Mercedes-Benz), a 9 voltas
Duda Bana (Volvo), a 14 voltas
Fábio Fogaça (Ford), a 15 voltas
Witold Ramasauskas (MAN), a 15 voltas
Giuliano Losacco (Iveco), a 15 voltas
Debora Rodrigues (Volkswagen), a 15 voltas
Rodrigo Belinati (Volkswagen), a 15 voltas
Beto Monteiro (Iveco), a 15 voltas
Leandro Totti (Mercedes-Benz), não largou

Classificação final da Copa Mercosul
1. Felipe Giaffone, 72 pontos
2. Wellington Cirino, 57
3. Roberval Andrade, 54
4. Renato Martins, 46
5. André Marques, 45
6. Regis Boessio, 41
7. Pedro Paulo Fernandes, 33
8. Beto Monteiro, 30
9. Adalberto Jardim, 29
10. Danilo Dirani, 27
11. Witold Ramasauskas, 26
12. Leandro Totti, 26
13. Luiz Lopes, 26
14. Djalma Fogaça, 24
15. Giuliano Losacco, 22
16. Fabio Fogaça, 15
17. Duda Bana, 15
18. Debora Rodrigues, 8
19. Rodrigo Belinati, 5
20. Rogerio Castro, 2

Ranking de pontos da Grande Final
Felipe Giaffone, 24 pontos
Wellington Cirino, 22
André Marques, 16
Roberval Andrade, 18
Giuliano Losacco, 10.


Texto: Gabriel Gavinelli
Matéria completa: https://f1mania.lance.com.br/outros/truck/felipe-giaffone-e-campeao-da-copa-truck-diante-de-28-mil-pessoas-no-uruguai/